Movimento Zeigeist



Movimento Zeigeist

Este movimento filosófico pretende formar a base de uma mudança social. A sua filosofia baseia-se que a sociedade evoluiu em duas vertentes conflituosas, os valores pessoais e a forma ambiental as instituições políticas influenciam os valores sociais do indivíduo Pode perceber mais vendo este galardoado filme de activismo.


7 opiniões sobre “Movimento Zeigeist”

  1. Muito interessante esse movimento Zeitgeist, tem vídeos de alta qualidade produzidos por eles mesmos com idéias bem realistas e entrevistas com pessoas de cargos importantes sobre conspirações do governo americano. Vale a pena ver!

  2. os filmes são interessantes sem dúvida, independentemente das conspirações e das complicações do istema monetário, blá blá. São filmes que espicaçam a curiosidade.

  3. Na Amazônia … “Tem hora que penso que vou morrer de tanto calor” (nordestina apontando o solo estorricado). Sobre a cena gravada pelo Fantástico é feita uma projeção do deserto por TODO NORTE NORDESTE. 1 Trilhão pra Banqueiros. A Terra geme. O bafo do fantoche risonho escracha a “pinta” da “cara” sacralizada pela Teo-Pulhítica. A Fuça ufanada ri e ri; rouba dos pobres pra dar pros ricos. A violência insuflada mantém cercados os jovens e apavora a Sociedade jogando jovens contra jovens, jovens contra adultos, pele contra pele, com mil pulhices todo dia reforçadas; e a Sociedade volta-se contra si mesma.
    Olhando a repórter o pulha disse: Vc não tem cara de banqueiro. Mensagem: Tô aqui pra dar dinheiro pra banqueiros. Como é que “eleitores” desse estrupício podem entender: Banqueiros são responsáveis pela crise. Então o canalha ladrão dissimula e joga a lenga de vigarista insuflando preconceito, e todos engolem a realidade ao avesso: o açulamento do preconceito esconde a raia do absurdo: “Vamos dar MAIS dinheiro a eles”. Os que tão sifu podem aplaudir enquanto o mucêgo-bêbo bóia refestelado nisso. Perguntem aos vermes dos rios em negro esgôto se querem que acabar com a podridão dos rios.
    Não há mais termos para traduzir um estado de coisa que já há muito passou de todas as raias do grave. O energúmeno mucêgo-bêbo sonso e putrefacto lança um pejo inominável sobre uma geração de infantes, que carregarão sobre si a insana e espúria lama do preconceito e a injustíssima culpa por terem PELE BRANCA e olhos azuis. Porque ninguém se deu conta de que está escrachado na cara de quantos quiserem ver que o desgraçado fantoche inútil aviltador da Democracia é um escroque que disfarça sua subserviência à cruzada do Nazi-Teo-Pulhismo. Nenhum canalha que agora bajula as mulheres e negros, aproximando-se da África, e usando os covardes que existem em todas as raças, terá sequer a pele raspada por todas essas criminosas bizarrices que já não suportamos ver mais todos os dias.
    Os esdrúxulos e odientos arremedos de “importantes” desvairaram-se na gana de subjugar as pessoas em todo o mundo à continuação da pulhice parasita, da vigarice vagabunda, que tem há séculos e séculos depredado a mentalidade das nações. É hora de pôr fim a esse desgraceiro destruidor da espécie humana; é hora de lixarmos a nossa cara na frente do espelho, e vermos que não podemos mais fazer nossa civilização sustentar um cancro imenso de vagabundos enganadores, que põem-se diante de nós com seus ares fétidos de autoridades benfazejas com pústulas fuças carcomidas, escondendo-se atrás de seus ritos grotescos de violência psicológica, impondo a covardia, a insanidade, acobertada por seus asseclas, que se postam dependurados em cargos e conluios.
    Os canalhas acoluinhados na sua ânsia de domínio nem se dão conta da infame difamação que recai sobre inúmeras crianças.
    Que ninguém com um pingo de consciência se engane: Os facínoras estão de mãos dadas para assegurar as deslavadas mentiras com que nos enganam; para continuar a tornar miserável a civilização humana.
    No meio das vozes que se estupefactam, no levantar do desenlace, aturdidos vemos a ignomínia se mexer como verme nos esgotos, grotescamente os grunhidos se misturam confusamente, deixando eufóricos os lastimáveis “domesticados” e viciados em adulações e fezes de cachorros.
    Estamos no barranco do descambo, com mãos estendidas para enganadores, ladrões, pulhas, salafrários, e vigaristas.
    É só um preconceitosinho, o resultado tá aí nessa pérola vista no Youtube:
    “THIIIIS IS MY MANNNN!! LULA E O CARA … DAMN!n!N O LULA E O HEROI DOS NEGROS Q VIRAM ISSO !! .. NAO TEM COMO DESCORDA DELE .. OS NEGROS .. ESTAM SOFRENDO POR UM ERRO DELES BRANCOS!!” … Impeachment. Nunca a Sociedade inteira será submetida à covardes como os que se amancomunavam para desgraçar a própria Raça. A raça desgraçada é a dos dependurados no saco imundo de pulhas,que suja a própria pele e a de outros.
    Está à tona como pús de furúnculo a espúria amancomunação dos que sorvem a insana gana de domínio das pessoas do mundo. A “Aparecida”, a “Abençoada”, e a “Madrasta Assassina”, de mãos dadas, exaltam o fantoche aviltador da Democracia e da liberdade; impondo mentirosa cruzada formatadora de senzalas-mistas; distraem todos sob adulação, escondem intenções do lóbulo réptil fito nos povos. O Brasil está vendido nessa Ordem-Côrte Podre.
    Na Itália um Geólogo ao estudar as condições de terremotos fala pro vento, e, pasmem, um Físico ao antever a tragédia pela projeção dos gráficos dos estudos é PROCESSADO criminalmente. Pra quê estudar? Um Matemático fazendo pós-doc nos EUA é alvejado por um desesperado por falta de condições de vida. Enquanto isso o pulha, que subiu com vagabundagem, se estufa entregando a riqueza brasileira; esfregando sujeira na cara de todo todos os brasileiros e posando como “boa” “pinta” na mídia mais que vendida e tutelada pela espúria falta de escrúpulos dos fazedores de ouvintes que aplaudem “espertos”.
    A ignomínia é tão estapafúrdia que uma propaganda para “educar” crianças no trânsito escracha a dissenssão civil etária insuflando mêdo nos infantes contra os adultos, fazendo uma bruxa andrógina com conotação pederasta segurar o “pulso” da branca de neve.
    Na década de 80 os Sociólogos foram sistematicamente “calados”; já especificamente no Rio de Janeiro, desde o ano que a PuTrefacta Teo-Pulhítica usurpou com amedrontamento as áreas de representações civis, vem-se ensinando descaradamente que as pessoas se compram. Ensopa-se gente e mais gente com vapores de fezes e aliena-se a massa com recompensa pelo cúmulo da futilidade e açodamento da fofoca e adestramento de comportamento de vigia sobre a vida humana; tudo muito endossado pela “paz” ridícula dos alienados por interesses e demência psicológica.
    QUANTOS RESPONDERÃO POR TUDO ISSO?
    Haddammann Veron Sinn-Klyss

  4. Por traz deste movimento se escondem seres sutis que manipulam as pessoas sem elas saberem….fiquem atentos, nem tudo que reluz é ouro.

    Pesquisem estudem meditem profundamente antes de endoçarem de forma superficial o que os sentidos da alma não captam.

    Zeitgeist não é o que parece ser, cada um é livre para escolher.

    acessem e estudem mais.

    Chega de calabouços e correntes, libertem-se.

    http://allreligo.blogspot.com/2009/02/um-ponto-importante-sobre-jesus-cristo.html

    Pax Inverencial

  5. Olhe meu caro, li aquilo que escreve no seu blog, claro que quem o ler vai dizer que o amigo tem razão, quem vir o zeitgast diz que ele e verdadeiro, quem ler outros comentarios acerca, pros e contras vai achar sempre alguma razão nos textos os documentários a favor ou contra.
    mas há factores inegaveis: 1º: não dúvida absolutamente nenhuma que a religião judaica foi fortemente influenciada pela religião Egipcia, aliás num dos periodos do egipto este so teve um deus que era AKNATOM, ou Aquele que agrada a Atom que traduzindo é…..SOL, quer dizer: aquele que agrada ao sol, mais não há realmente tirando os apostolos nada na historia que confirme a existencia de uma personagem chamado jesus, dai que os judeus não acreditarem nele e ainda esperarem o messias, mais a Igreja baniu alguns escritos de outros tantos escritores da epoca por serem demasiado incomodos e sim se estudar bem as religiões sem fanatismo descobrirá que elas são em tudo idênticas diferindo em alguns aspectos pouco importantes.Leia e estude e não seja tão fanático. Deus existe? Quem sou eu para dizer o contrário…mas não se esqueça de uma coisa: a história dos homens nada tem a ver com a história Divina…

  6. O céu marrom e o “judas obediente”.

    O “vermelho” e o “verde” juntos dão agora o tom do cúmulo a que chegamos.
    (as línguas sibilam peguentas num esquisito “sinal” que “comunica” os que estão juntos na lama que desgraça nosso País e avança como um caldo putrefacto sobre vários outros países)
    Existem ainda pessoas neste país? Ou só vítimas acéfalas com botão “click” manso-eufórico-iludido-feliz?

    O que querem por trás do pano asqueroso que agora exalça a traição?
    Qualquer um vai sentir um engulho, se quiser ver:

    O que o pinóquio do Nazismo fez para fazer o povo trair descaradamente uns aos outros (nas casas, nas empresas, etc)? Ele e seus amancomunados fiaram a teia do racismo, como mandaram seus títeres nocivos que com dogmas divinos o fizeram.
    E como fizeram para ludibriar toda a ingenuidade e boa vontade do povo contra si mesmo? Inventaram a “confissão” aos ouvidos “divinos”(leim, leiam, porque as pessoas que escreveram pagaram um preço caro para nos dizer); e impetraram a “vigia” dos cidadãos uns contra os outros; pondo-os com mãos e bocas nos pés da SS (o quê esse duplo ésse evocava nele?).

    Então, agorinha, em rede de TV e amparado por forte mídia, um embuste premeditado bem lá atrás (no início da nossa desgraça de hoje) pela Duradoura Safadeza amancomunada dos divinos-vagabundos-“espertos-mandantes”, usurpadora das produções, riquezas e vigor dos povos, desembrulhou com pompa de “hEstória” o “Judas obediente”, forjado restolho do Manual dos Embustes. Nessa “relíquia” esvai-se ante nossos olhos estupefactos, também de vez, mais um finíssimo sustento da Sociedade Civil, o nosso repúdio à traição da dignidade, um valor inalienável da espécie humana em seu viver civil.

    Assim, vem de novo, escumando do refluxo, o horrível espectro do Nazi-Socialismo-Divino-Pulhítico; agora vidrado nos miseráveis; vem impondo os três mais nocivos vírus à ambiência da psicologia humana: a adulação canina, o esgueirar do rato, e o arrulho madornento do pombo; numa mistura marrom infestada de nojeira dos excrementos fétidos que o volume irrefreado de falseadores de intentos atola a Sociedade.

    Vou lhes dizer de uma vez por todas como é que eles operam (de vários, vou assinalar um só campo da ação nefasta desses calhordas):

    Em universidades (isto mesmo, conseguiram aval como charlatões ministradores “do bem” — assim como fazem aí pela mídia que faz boçais usurparem posições em cargos para competentes) foi feita uma “mediação” familiar no “formato” desses pulhas divinos. Os elementos descaradamente se arrostaram de conselheiros das comunidades (com seus vis asseclas-escroques bem postados nas associações) e mandavam assim, na cara de todo mundo (que tontos, euforizados como tolos abobados por crenças) que os “pais” e “padrastos” (vejam, um detalhe: eles começaram a “arranjar” homens pras mulheres, e implementaram um troca-troca nojento, interesseiro, por capachos agoureiros, surrupiadores, difamadores, que enfiaram com crachás de “salvos” dentro das casas das pessoas) deviam “ajudar a dar banho” em garotinhas “rebeldes” que precisavam “ter noção de higiene”.
    É… o caldo do esgôto …
    Mas é só isso? Nosso senso de repugnância passa só superficialmente por isso?
    Há mais aqui, e é o como cada ação nociva deles premedita nossa desgraça civil.
    Quando nos empurraram isso pela goela abaixo, rindo da nossa cara, enriquecendo às nossas custas, eles queriam mais por trás do pano marrom do teo-pulhismo. Pais e padrastos, em nossa social e atual confusão sexual, levados a ver as filhas em desverdecer de idade, são manipulados contra a própria energia sexual, voltando-se pras filhas com um abjeto e insano protecionismo.
    Insuflado o crime, o pavor se instaurou sob nossos olhos estupefactos.
    E eles, os mandantes e maquinantes de tudo isso, ainda lucraram, tirando de cima deles mesmos tudo que sempre fizeram com os infantes.

    E veio a gripe também. Ninguém se apercebeu que o povo estava em polvorosa, com tanta corrupção, totalmente esfacelado. Homens dignos sendo desavergonhadamente escorados na parede, por salafras que contavam e contam com nossas cabeças como seus rebanhos de patetas; homens que não tinham como nos defender ante a cara risonha dos juntados em monturos de imundície; que caçoam da Nação como detentores do “controle”. Ninguém se deu conta que a nós foi “aconselhado” não ficarmos sequer perto uns dos outros a dois metros de distância; escolas foram fechadas, cinemas foram prejudicados, etc; mas os monturos divinos de esquizofrenia coletiva se fartaram lotados.

    Dia-a-dia vemos isso, e em tal cegueira civil nos colocaram que parecemos doentes terminais amarrados nas cadeiras frente às parvoíces e covardias da TV; infestada por vigaristas fanfarrões, falastrões. E ao invés de vermos as outroras posturas de liberdade que se levantavam das cenas, dos atos, das músicas, agora vemos nossos heróis e valentes, criativos e audazes, se submeterem à entonação do engano.

    E a Natureza esperneia, e ventos nos sacodem, e chuvas nos lavam; mas nada adianta. Estamos como fracos, desperdiçados em vida como babás de cachorros, totalmente desgraçados pelos encantos e fantasias que nos venderam e impuseram. Nossos melhores garotos e garotas foram sacrificados para que não tivéssemos uma geração que brilhasse por nossos prósperos anseios.

  7. In the middle of the headquarters of “Banco Itaú”, the biggest bankcorporation in Brazil, in São Paulo city, there is a water fontain. When this water fountain is dry (for a maintenance work), you can see from above the pipes that forms this water fountain, and the shape of this pipes is the “Nazi Swastika”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *